ENTRONCAMENTO

Sobre o Entroncamento

Abreviando, o Entroncamento, situado no centro do Ribatejo, encarrila na história o perfil de uma terra que nasceu e cresceu à volta de uma importante estação de comboios. O nome da cidade deriva do entroncamento ferroviário que aqui se formou, com a junção das Linhas do Norte e do Leste, em 1864. O ar contemporâneo do seu casario e a beleza dos seus bairros ferroviários (como o da Estação e de Camões), decorados de pequenas casinhas mimadas de flores, rendas nas janelas e chaminés de encanto. Edifícios de outros tempos que atraem o olhar. Jardins onde apetece parar, repousas e admirar as flores. As antigas locomotivas estão por perto, como não podia deixar de ser. Por perto, o idílico Parque Florestal do Bonito, com uma linda lagoa rodeada de arvoredo frondoso. 


O Entroncamento, como aglomerado urbano, é um produto do caminho de ferro. Deixando as oficinas as linhas férreas entregues à história e pelo passar do tempo, este lugar, agora muito ligado à construção civil, continua a ser uma bifurcação importante, mas de vias rodoviárias. Na verdade, o Entroncamento reúne um impressionante e único acervo ferroviário à espera de um museu à altura. A Herdade das Templárias está consciente da importância deste complexo ferroviário na história dos caminhos de ferro portugueses.    




Herdade das Templárias

image1